Saiba mais sobre a instabilidade de ombro, causas e como prevenir. 

O ombro é composto por um complexo e dinâmico conjunto de estruturas (ósseas, ligamentares,  capsular  e muscular). Trata-se de uma articulação extremamente móvel, apresentando movimentos  para todas as direções que conferem aos nossos membros superiores uma capacidade funcional incrível. Já parou para pensar num jogador de vôlei e seu ombro? Um nadador? Ou apenas qualquer um de nós ao pegar uma bolsa ou sacola no banco de trás do carro? Toda essa capacidade de mobilidade é conferida  em  boa parte pelo  ombro. 

Diante de tantas habilidades e funções exercidas pelo ombro,   unir  mobilidade e estabilidade é um grande desafio para esse sistema. Sendo  extremamente móvel,  sua estabilização é conferida  basicamente por músculos,  por esta razão manter  o equilíbrio entre  os grupos  musculares do ombro é fundamental para garantir estabilização. 

Na  ocorrência de um trauma (esportivo ou não), queda, ou presença de fatores genéticos, pode ocorrer uma luxação do ombro – quando a parte superior do nosso braço literalmente sai fora do lugar – lesões desse tecido  normalmente estão presentes  na luxação,  lesões dos ligamentos, estiramento da capsula e também lesões musculares são evento comumente presentes.  

Algumas informações importantes: 

Sintomas: 

Ombro visivelmente deformado e fora do lugar 

Dor intensa

Inchaço (edema)

Dificuldade de mover a região.

Pode ocorrer dormência na região, perda de força e espasmo muscular. 

O que fazer se isso acontecer comigo?

– Não tente mover o ombro ou forçá-lo a voltar ao lugar. Isso pode danificar a articulação do ombro e seus músculos, ligamentos, nervos ou vasos sanguíneos circundantes.

– Aplicar Gelo: Isso ajuda a reduzir dor e controlar o edema  da região  ao redor do ombro. 

Quando procurar por ajuda?

Se suspeitar de um ombro deslocado, procure atendimento médico. A maioria das pessoas recupera a função de ombro completo dentro de algumas semanas. No entanto, uma vez que você teve um ombro deslocado, sua articulação pode se tornar instável e ser propensa a repetição de deslocamentos.

Complicações da luxação: 

A lesão causada pela luxação pode causar danos em ligamentos e músculos, tornando o ombro mais instável e sujeito a novas lesões, causando  instabilidade crônica. No caso de várias luxações seguidas, pode ser necessária intervenção cirúrgica. 

Prevenção:

Se você pratica esportes, certifique-se de usar equipamentos de proteção adequados. 

Exercite-se regularmente para manter a força e estabilidade em suas articulações e músculos

Uma vez deslocado a articulação do ombro, você pode ser mais suscetível a futuras luxações no ombro. Para evitar uma recorrência, siga os exercícios específicos de força e estabilidade que você  e seu fisioterapeuta lhe indicar. 

Tratamento: 

O tratamento inicialmente é conservador ( medicamento pra dor na fase aguda e fisioterapia)

O fisioterapeuta, após  uma avaliação, irá lhe dar todas as  orientações necessárias na fase aguda, sub aguda e  fase final de tratamento que inclui  exercícios  para ajudar na estabilização do ombro. 

Repouso de acordo com orientação médica

Uso de  tala para manter imobilização

Referencias: 

Lesões nos esportes. Moises Cohen 2 edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu